Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

11
Jun16

País de Gales 2 - 1 Eslováquia: 3 Pontos para o País de Gales


J.G.

539408936.jpg

 

O título remete para o universo do rugby onde os galeses costumam ser fortes. Mas o País de Gales já não é só rugby. Depois das gerações de Ian Rush ou Ryan Giggs, nunca terem conseguido jogar uma fase final de uma grande competição, chegou a vez da estreia num Europeu com Gareth Bale ao leme.

Para o primeiro jogo um adversário também a estrear. A Eslováquia, que deu um ar da sua graça no Mundial de 2010 quando afastou a Itália, chegou a França também com um cabeça de cartaz de respeito, Hamsik.

Foi uma tarde de heróis prováveis mas quem resolveu foram os "desconhecidos".

O jogo começou bem para a Eslováquia que devia ter chegado à vantagem bem cedo numa genial jogada de Hamsik, pois claro, mas que o central dos Spurs (hoje central, no Tottenham joga na esquerda da defesa), Ben Davies, contrariou com um enorme corte. 

Gales estava com problemas em assumir o jogo quando aparece um livre directo bem ao jeito de Bale. Aos 10', o jogador do Real Madrid imitou a pose do seu companheiro Ronaldo, abriu as pernas, tirou as medidas à barreira e disparou para o meio da baliza onde Kozacik é batido por mau posicionamento. Loucura nas bancadas galeses.

 

O golo deu confiança a Gales que passou a dominar o jogo mesmo que a posse de bola tenha ido para os eslovacos. Defesa bem organizada, com três centrais e muita ajuda dos médios defensivos, tirou espaço a todas as iniciativas de Hamsik, Weiss e Mak.

Assim estivemos durante uma hora de jogo. Até que Kozak, treinador eslovaco, fartou-se da produção nula do avançado Duris e lançou o jovem Duda que foi a nossa aposta para revelação desta equipa na apresentação do Grupo B.

O jogador do Legia da Polónia, só precisou de dois toques na bola para fazer um golo em menos de um minuto! Um recorde e euforia nas hostes eslovacas. 

O jogo deu a volta e passou a ser a Eslováquia a estar mais perto do golo, apesar de Gales continuar a defender superiormente. 

Aos 71' foi a vez de Coleman mexer na equipa e acertar no Euromilhões. Fez entrar Robson-Kanu, uma lenda do Reading mas actualmente sem clube, e este agitou mesmo a partida. Em contra ataques rápidos, o País de Gales ameaçou mas foi numa jogada em total desequilibro de Ramsey que enganou o duro Skrtel para assistir Robson-Kanu que rematou atabalhoadamente mas com eficácia total para dar a primeira vitória de sempre a Gales num Europeu. Um momento de emoções diferentes, com os dragões em êxtase e os eslovacos de rastos.

Mesmo assim, houve tempo para Duda tentar aumentar a epicidade da sua entrada só que a bola foi devolvida pelo poste.

Vitória histórica do País de Gales que pela primeira vez podem gritar três pontos com alegria sem ser num jogo de rugby.

 

Melhor em Campo: Gareth Bale

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.