Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

05
Jun16

Grupo C: Irlanda do Norte


RSolnado

  • Fifa ranking 25
  • Grupo C
  • Treinador Michael O'Neill
  • Primeiro jogo Polónia

 

Estreia absoluta em fases finais de Europeus, e ausente dos grandes palcos desde o México/1986, teve somente uma derrota na qualificação, num grupo onde o cabeça de série Grécia fez figura triste na qualificação. Esta Irlanda do Norte apresenta uma matriz bastante defensiva, e nos amigáveis na preparação o treinador tem testado além do habitual 4-5-1 ou 4-3-2-1, um 5-4-1 bem fechado na defesa. É nesse sector, o defensivo, que estão alguns dos seus jogadores mais conceituados e experientes.

A baixa por lesão de Chris Brunt será difícil de colmatar, mas de uma maneira geral e sem pressão de resultados, veremos o que pode fazer neste Grupo C, especialmente se conseguir um resultado positivo na estreia diante da Polónia.
 
Craque
Kyle Lafferty

O bad boy da Irlanda do Norte, passou por 5 clubes em 4 épocas em 4 países diferentes desde que saiu do Rangers em 2012, e em nenhum deles afirmou-se como titular indiscutível, e nesta época chega com somente 9 jogos em clubes, 6 deles num empréstimo de 1 mês ao Birmingham, onde ganhou algum ritmo de jogo. É que se carreira clubística é um desastre, na Selecção apontou 7 golos em 9 jogos na fase de apuramento, sendo fundamental no percurso que qualificou a selecção para França.

 
Revelação
Paddy McNair
Louis van Gaal lançou-o às feras em 2014/2015, mas nesta época não foi opção habitual em Old Trafford, mesmo entre muitas lesões e adaptações. Na Selecção é usado tanto na defesa na sua posição de origem a meio-campo, e pese embora não tenha tido grande participação na qualificação, tem sido opção habitual depois da baixa de Chris Brunt.
 
Onze Tipo

McGovern; McLaughin, McAuley, Jonny Evans e Catchcart; Baird, McNair, Norwood; Davis (c), Dallas (Ward); Lafferty.

02
Jun16

As mudanças na fase de grupos


RSolnado

Antes de analisarmos detalhadamente as equipas de cada grupo, convém perceber as mudanças na qualificação para a segunda fase. Em 2016 passamos de 16 para 24 equipas participantes, deixam de ser 8 equipas para serem 16 qualificadas para as eliminatórias, que agora começam nos oitavos de final. E em vez do tradicional emparelhamento (1º Grupo A vs 2ºGrupo B, etc), ao passarem os 4 melhores terceiros, tudo muda para as rondas a eliminar.

Os emparelhamentos até à final estão já definidos, conforme mostra o gráfico abaixo, em que a verde temos os vencedores dos grupos, a encarnado os segundos classificados, e a amarelo os terceiros.

 

O caminho até à final está traçado, e como se pode ver os terceiros classificados jogam sempre contra primeiros classificados, mas há dois primeiros classificados que não têm essa sorte, dos grupos E e F, que defrontam os segundos classificados dos grupos D e E, respectivamente. Os segundos classificados dos Grupos A e C, e B e F, medem forças nos oitavos de final.

E como se determinam quem são os 4 melhores terceiros classificados? O regulamento esclarece:

  • Maior número de pontos obtidos.
  • Maior diferença entre golos marcados e sofridos.
  • Maior número de golos marcados.
  • Critério de fair-play.
  • Melhor classificado do ranking UEFA de Selecções.

Conhecidos os 4 terceiros classificados, como se distribuem pelos jogos dos oitavos de final? É complicado, mas o regulamento tem uma matriz que prevê todos os cenários: Na coluna do lado esquerdo, as 4 letras indicativas de quais os grupos de onde se apuram terceiros classificados. Na primeira linha, a legenda com quem enfrenta o primeiro classificado dos Grupos A a D, no respectivo cenário. Eis a dita matriz, presente no regulamento da competição:

Da tabela analisa-se que muito provavelmente, o vencedor do Grupo A jogará com o 3º do grupo C ou D; o 1º do B deverá jogar contra o 3º do A ou D; o 1º do C contra o 3º de A ou B e o 1º do D provavelmente contra o 3º de E ou F.

 

Confuso? É perfeitamente natural. Sugiro que “brinquem” com o simulador que o site do EuroSport nos apresenta, em que podem, ao mexer na classificação de cada grupo, prever o cenário para as eliminatórias.

01
Jun16

Os 23 de cada Selecção!


RSolnado

GEORGES GOBET/AFP/Getty Images

 

Grupo A

França

Guarda-redes: Benoit Costil (Rennes), Hugo Lloris (Tottenham), Steve Mandanda (Marseille).

Defesas: Lucas Digne (Roma), Patrice Evra (Juventus), Christophe Jallet (Lyon), Laurent Koscielny (Arsenal), Eliaquim Mangala (Manchester City), Adil Rami (Sevilla), Bacary Sagna (Manchester City), Samuel Umtiti (Lyon).

Médios: Yohan Cabaye (Crystal Palace), Morgan Schneiderlin (Manchester United), N'Golo Kante (Leicester), Blaise Matuidi (Paris Saint-Germain), Paul Pogba (Juventus), Moussa Sissoko (Newcastle).

Avançados: Kingsley Coman (Bayern Munich), Andre-Pierre Gignac (Tigres), Olivier Giroud (Arsenal), Antoine Griezmann (Atletico Madrid), Anthony Martial (Manchester United), Dimitri Payet (West Ham).

 

Albânia

Guarda-redes: Etrit Berisha (Lazio), Alban Hoxha (Partizani), Orges Shehi (Skenderbeu).

Defesas: Elseid Hysaj (Napoli), Lorik Cana (Nantes), Arlind Ajeti (Frosinone), Mergim Mavraj (Koeln), Naser Aliji (Basel), Ansi Agolli (Karabag), Frederik Veseli (Lugano).

Médios: Ermir Lenjani (Nantes), Andi Lila (Giannina), Migjen Basha (Como), Ledian Memushaj (Pescara), Burim Kukeli (Zurich), Taulant Xhaka (Basel), Ergys Kace (Paok), Amir Abrashi (Freiburg), Odise Roshi (Rijeka).

Avançados: Bekim Balaj (Rijeka), Sokol Cikalleshi (Medipol Basaksehir), Armando Sadiku (Vaduz), Shkelzen Gashi (Colorado Rapids).

 

Roménia

Guarda-redes: Ciprian Tatarusanu (Fiorentina), Costel Pantilimon (Watford), Silviu Lung (Astra)

Defesas: Cristian Sapunaru (Pandurii Targu-Jiu), Alexandru Matel (Dinamo Zagreb), Vlad Chiriches (Napoli), Valerica Gaman (Astra), Dragos Grigore (Al Sailiya), Cosmin Moti (Ludogorets), Razvan Rat (Rayo Vallecano), Steliano Filip (Dinamo Bucharest)

Médios: Mihai Pintilii (Steaua Bucharest), Ovidiu Hoban (Hapoel Be'er Sheva), Andrei Prepelita (Ludogorets), Adrian Popa (Steaua Bucharest), Gabriel Torje (Osmanlispor), Alexandru Chipciu (Steaua Bucharest), Nicolae Stanciu (Steaua Bucharest), Lucian Sanmartean (Al Ittihad)

Avançados: Claudiu Keseru (Ludogorets), Bogdan Stancu (Genclerbirligi), Florin Andone (Cordoba), Denis Alibec (Astra)

 

Suiça

Guarda-redes : Roman Buerki (Borussia Dortmund), Marwin Hitz (Augsburg), Yann Sommer (Borussia Moenchengladbach).

Defesas: Johan Djourou (Hamburg SV), Nico Elvedi (Borussia Moenchengladbach), Michael Lang (FC Basel), Stephan Lichtsteiner (Juventus), Francois Moubandje (Toulouse), Ricardo Rodriguez (VfL Wolfsburg), Fabian Schaer (Hoffenheim), Steve Von Bergen (Young Boys)

Médios: Valon Behrami (Watford), Blerim Dzemaili (Genoa), Gelson Fernandes (Rennes), Fabian Frei (Mainz 05), Xherdan Shaqiri (Stoke City), Granit Xhaka (Borussia Moenchengladbach), Denis Zakaria (Young Boys)

Avançados: Eren Derdiyok (Kasimpasa), Breel Embolo (FC Basel), Admir Mehmedi (Bayer Leverkusen), Haris Seferovic (Eintracht Frankfurt), Shani Tarashaj (Grasshoppers)