Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

25
Jun16

Suíça 1-1 Polónia (4-5 G.P.): Fabianski estragou a festa de Shaqiri


J.G.

  

A Polónia apresentou o mesmo 11 do empate frente à Alemanha, a Suíça optou pelo seu onze tipo, o mesmo em 3 dos 4 jogos.

Logo nos primeiro segundos ficou dado um mote importante do jogo, nervosismo na defesa helvética com Sommer a ser obrigado a aliviar por instinto e a bola a ficar à disposição de Milik que perdoou e mandou para fora. Tem sido este o problema dos polacos neste Euro, a dupla atacante é temível mas tem estado muito aquém da fama na hora de finalizar. Felizmente para o seleccionador Nawalka, os atacantes mostram outras qualidades como arrastar defesas e abrir espaços aproveitando as investidas de qualidade chegadas das alas, Grosicki na esquerda e Kuba na direita. Foi assim que a Polónia chegou ao 1-0 antes do intervalo, bola do ala esquerda para finalização do ala direita, Kuba festejou.

A Suíça aproveitou a falta de eficácia polaca para equilibrar o jogo e estar sempre dentro da disputa da elimantória, embora sem nunca criar grande perigo para Fabianski. Shaqiri sempre a assumir o jogo, Mehmedi no apoio e com a subida dos dois alas Lichtsteiner e Rodriguez.


Com o golo antes do intervalo a Suíça sentiu que tinha de entrar forte na 2ª parte e foi o que fez empurrando logo a Polónia para a sua área. O facto de pegarem no jogo fez com que a Polónia ficasse com via aberta para o contra ataque e com intérpretes bons de parte a parte acabámos por ter um jogo muito interessante e emocionante.

Petkovic mexeu cedo na sua equipa e foi lançando Embolo, Derdiyok e Gelson Fernandes nunca esperando pelos momentos finais para lutar pelo empate. A Suíça intensificou o ataque e Rodriguez só não marcou porque Fabianski fez uma monumental defesa num livre directo. Pouco depois foi a vez de Seferovic atirar com perigo mas a trave devolveu a bola e manteve a vantagem polaca.

Até que apareceu Shaqiri em grande. Pegou na bola, avançou no terreno, virou da direita para esquerda, Lichtsteiner cruzou para a área, a bola sobra para Shaqiri que imita o gesto que tinha ensaiado com a Roménia mas agora na perfeição, um pontapé de bicicleta épico que deu o empate merecido aos vermelhos.


Jogo para prolongamento onde nos primeiros minutos pouco aconteceu. Mas rapidamente se percebeu que os Polacos estavam de rastos, e aos 100 minutos Nawalka efectuou as primeiras substituições, refrescando o meio-campo. Sem efeitos práticos. Nos últimos 15 minutos a Suiça carregou e Fabianski negou a Derdiyok o golo da vitória com uma magnífica defesa a cabeçada do avançado, que cabeceou isolado, assistido, claro está, por Shaqiri. Nos derradeiros dois minutos, lances aos repelões em ambas as áreas resolvidos pelas respectivas defesas.

No desempate, só Xhaka falhou... e com estrondo. Remate em força mas muito ao lado da baliza. Todos os outros 9 jogadores chamados a bater marcaram, ficando Krychowiak para a história ao converter o penalty decisivo. A Polónia está nos quartos de final, a Suíça vai para casa ficando a ideia de que podia ter feito mais.

Homem do jogo: Fabianski