Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

08
Jun16

Grupo F: Portugal


RSolnado

  • Fifa ranking 8
  • Grupo F
  • Treinador Fernando Santos
  • Primeiro Jogo Islândia

A selecção dos 11 milhões em campo chega ao Europeu pela quinta vez consecutiva, e numa fase de maturação como há muito não apresentava – 11 dos 23 escolhidos estarão na casa dos 30 neste ano civil – e depois de uma qualificação que começou de forma escandalosa, levando à troca de seleccionador, decorreu na perfeição com um pleno de vitórias nas restantes 7 partidas. Depois de um Mundial 2014 para esquecer o objectivo será retomar o bom rumo de 2012, sendo por isso o primeiro objectivo vencer um grupo onde nenhum dos adversários está habituado a estar em fases finais.

Dentro do campo, a discussão mais vista já é a que leva a menos dúvidas: a ausência de um ponta de lança de qualidade indiscutível, aliada à elevada quantidade e qualidade de médios centro, levará a que Fernando Santos mantenha a aposta num 4x4x2 com Ronaldo e Nani soltos na frente, suportados por um médio mais defensivo – onde resida talvez a maior dúvida, William ou Danilo – e depois médios de grande qualidade técnica, e onde se pede a João Mário e André Gomes que assumam a batuta e construam situações de golo, jogadores que já sabemos serem capazes de o fazer de forma brilhante.

Em termos de expectativa, diria que os quartos de final serão o objectivo mínimo, e dependendo do emparelhamento e do rendimento da equipa, tudo é possível daí para a frente. Sobretudo porque se Portugal, Alemanha e França vencerem o seu grupo, a equipa das quinas só poderá enfrentar esses colossos na final.

 

Craque

Cristiano Ronaldo

Nem pode haver sequer discussão, o melhor jogador europeu da última década é indiscutivelmente o grande craque deste Europeu. Chega no entanto novamente assolado por problemas físicos a uma fase final, e viu-se na final da Liga dos Campeões não estar no seu melhor. Contudo todos sabemos que, com mais ou menos dores irá sempre dar tudo em campo, é dele que se esperam os golos ainda por mais na ausência de um avançado.

 

Revelação

Renato Sanches

Embora lute por um lugar num onze inicial onde o meio-campo é claramente o sector com mais e melhores opções, acredito que mesmo sendo suplente será chamado e rapidamente ganhará o lugar na equipa. A sua força, a sua intensidade e a sua explosão permitem-lhe jogar em qualquer um dos 3 lugares de meio-campo à frente do jogador mais recuado, dando uma  velocidade nas transições que outros jogadores não podem oferecer. Está predestinado aos grandes palcos, e o mais natural é que comece a brilhar já neste Europeu.

 

Onze Tipo:

Rui Patrício; Vieirinha, Pepe, Ricardo Carvalho e Raphael Guerreiro; William Carvalho (Danilo), João Moutinho, João Mário e André Gomes; Ronaldo e Nani.

3 comentários

Comentar post