Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

05
Jun16

Grupo C: Ucrânia


RSolnado

  • Fifa ranking 19
  • Grupo C
  • Treinador Mykhaylo Fomenko
  • Primeiro jogo Alemanha

Repete a presença depois de co-organizar em 2012, e procurará agora passar a fase de grupos. A qualificação não foi fácil e só chegou no play-off depois de ter perdido 10 pontos para Eslováquia e Espanha, que se qualificaram directamente. Com grande influência dos dois maiores clubes nacionais na selecção, Fomenko debate-se com um problema crónico desde a retirada de Shevchenko: a ausência de um goleador. Zozulya e Seleznyov não são goleadores, e o grande perigo vem invariavelmente dos flancos e das diagonais de Yarmolenko e Konoplyanka.

Além disso a meio-campo penso que falta alguma criatividade, mas pelo menos há garantia de muita entrega e capacidade de luta, por vezes levada ao extremo. Zozulya e Rotan, ambos do Dnipro, foram suspensos por 6 meses pela Federação depois de terem agredido o árbitro do jogo da 2ª mão da meia-final da Taça frente ao Zorya! Ainda assim foram chamados ao Europeu, e estão apontados à titularidade.

 
Craque
Andriy Yarmolenko

O canhoto do Dinamo Kiev encantou na Champions e viu o seu futuro ligado a clubes com o Barcelona. Aos 26 anos, na altura final para dar o salto para outra liga, chega a este Europeu depois de alguns problemas físicos, mas ainda assim recuperado a tempo de brilhar em França. Com drible desconcertante e remate fácil, as suas famosas diagonais podem causar mossa nas defensivas contrárias, especialmente se Konoplyaka estiver também inspirado no outro flanco.

 
Revelação

Viktor Kovalenko
Aos 20 anos impôs-se na segunda metade da época com um indiscutível do tridente ofensivo do Shakthar, assumindo assim o vazio deixado pela saída de Alex Teixeira. Foi sem surpresa chamado para o Euro, embora em teoria o lugar de “10” seja de Sydorchuk, do rival Dinamo. Mas a boa campanha na Liga Europa, onde impressionou pela facilidade com que serviu os colegas, pode jogar a favor do mais jovem Kovalenko, que foi o melhor marcador do último campeonato do Mundo de Sub-20 e a estrela maior da equipa do Shakthar que chegou à final da UEFA Youth League em 2015.

 
Onze Tipo
Pyatov; Fedetskiy, Khacheridi, Rakitskiy e Shevchuk; Stepanenko (Rybalka) e Rotan (c); Yarmolenko, Sydorchuk (Kovalenko) e Konoplyana; Zozulya.