Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

Parque dos Príncipes

Espaço dedicado à cobertura do Campeonato Europeu de Futebol de Selecções a decorrer em França de entre 10 de Junho e 10 de Julho

26
Jun16

França 2 - 1 República da Irlanda: 2 Minutos para o 0-1, 3 para Griezmann Resolver


J.G.

543133196.jpg

Mais uma primeira parte miserável da França para depois aparecer forte na 2ª e resolver. Tem sido a história dos organizadores deste Euro.

Hoje, ao fim de 1 minuto de jogo já a Irlanda vencia com Brady a aproveitar um penalti cometido por Pogba. O irlandês acabou o jogo com a Itália como herói e começou este da mesma forma.

Foi o lançamento para uma 1ª parte muito interessante da equipa de O'Neill que até teve perto de aumentar a vantagem com o seu futebol simples, físico e directo.

Sem tirarmos mérito aos irlandeses, há que dizer que Deschamps também se pôs muito a jeito para sofrer desta maneira. Voltou a insistir num 4-3-3 que, definitivamente, não serve à França. Kanté no meio, Pogba mais à esquerda e Matuidi mais à direita, é este o problema que o seleccionador inventa à sua própria equipa porque anula Pogba e Matuidi, expôe em demasia Kanté, que viu amarelo e fica de fora na próxima eliminatória. Aliás, também Rami fica na mesma posição, más notícias para a defesa azul.

 

Na 2ª parte O'Neill não quis proteger o seu meio campo reagindo à troca francesa de Kanté por Coman e acabou por sofrer a reviravolta num ápice.

A França soltou-se com a entrada de Coman, Griezmann ficou com mais espaço e resolveu o jogo. Primeiro a responder com uma cabeçada espectacular a um cruzamento de Sagna, depois a aproveitar uma bela assistência de Giroud que isolou o "7" gaulês para bisar.

Como se não chegasse, a Irlanda fica reduzida a 10 por expulsão de Duffy que terminou praticamente com o sonho irlandês.

 

Fica por perceber o que se passa com estas primeiras partes francesas e a excelente imagem da República da Irlanda na hora do adeus.

 

Melhor em Campo: Antoine Griezmann